fbpx

Desprogramando o “Ciúme Doentio”, a Possessividade e a Insegurança Afetiva

3.3
(3)
Desprogramar "ciúme doentio", possessividade, insegurança afetiva, obsessão e paranoia.

Conteúdo para assinantes

Sobre

Como seria se pudesse deixar de sentir ciúme infundado e desproporcional? E se você fosse capaz desconstruir mais segurança emocional para se relacionar? Como seria diminuir o senso de possessividade em relação à outra pessoa?

Algumas pessoas desenvolvem uma percepção de si como se fossem vulneráveis em situações de relacionamentos. Algumas desenvolvem um forte senso de “ciúmes” , uma preocupação desproporcional com a conduta e com as intenções do outro na relação, mesmo quando uma análise do comportamento da outra pessoa na relação não justifica uma vigilância. Em alguns casos o ciúme evolui para algo próximo da obsessão e da paranoia gerando sofrimentos, desentendimentos e desgastes nas pessoas envolvidas.

Esse é um programa voltado para desprogramar o ciúme doentio, o senso de possessividade e a insegurança afetiva mudando a estrutura que ainda mantém pensamentos e comportamentos relacionados e auxiliará na construção de um presente e futuro melhor para sua vida afetiva e relacionamentos. Quando você está realmente focalizando uma intenção, visando um resultado no futuro, se seu pensamento interior for mais forte do que o que acontece no ambiente externo durante o processo, o cérebro não saberá a diferença entre os dois. Em seguida, seu corpo, assim como a expressão de sua mente inconsciente, começará a experimentar esse novo evento futuro no momento presente.

Leia Mais

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Valorizamos a sua privacidade

Nós acessamos e armazenamos dados em seu dispositivo para personalizar, medir e oferecer conteúdo e anúncios, analisar o uso e melhorar a sua experiência. Para obter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.